Amor & Cliché

 

Escultura hoje inaugurada na Alameda do Tabolado, em Chaves.

 

Concebida para que na sua estrutura possam ser aplicados os já consagrados cadeados do amor, tem aplicada na sua base a transcrição de um soneto do escritor transmontano Miguel Torga (1907-1995), que se reproduz abaixo.

 

 

A clássica máxima latina Amor vincit omnia, que Virgílio (Publio Virgilio Maro, 70-19 a. C.) terá originalmente redigido, na sua Écloga X, como omnia vincit Amor, foi profusamente citada em obras posteriores por autores como Geoffrey Chaucer (c. 1343-1400), Juan del Encina (1468-1529) ou Gil Vicente (c. 1465-c. 1536).

 

Em Chaves, num dos dois corações oficiais que marcaram a inauguração, passamos a encontrar a versão Amor vincit omina.

 

Não sabendo se Amor tudo vence, esperemos, pelo menos, que a todos - ao gravador, aos técnicos da Câmara Municipal de Chaves e ao consagrado autor Branco Alves, Amor possa perdoar este ominoso lapso.

 

 

© VENZ

publicado por blogdaruanove às 22:07 | favorito